SUPORTE TÉCNICO

Atendimento de Suporte de Segunda – Sexta das 8:00 – 12:30 | 13:30 – 18:30.

União da Vitória – PR:  (42)3523 2801
Canoinhas – SC:  (47)3624 1064

e-Mail: atendimento@autmaster.com.br

Blog

BENCHMARKING: Como Avaliar a Concorrência de sua Oficina Mecânica?

Quem vai em busca de conhecer novas práticas visando melhorar o próprio negócio, possivelmente, já ouviu falar de benchmarking, que em tradução livre significa “ponto de referência”.

Essa tal referência diz respeito ao comportamento das empresas líderes de mercado em determinado segmento. Isto é, o que as grandes organizações fazem que as coloca nas primeiras posições em termos de vendas, faturamento e fidelização de clientes.

Acompanhe o post de hoje e entenda o que é, de fato, o benchmarking e aprenda como adotar essa prática em sua oficina mecânica!

ENTENDA O QUE É BENCHMARKING

Como falamos anteriormente, o Benchmarking é uma estratégia voltada para absorção de boas práticas em gestão de negócios. Isso envolve avaliar, inclusive, o que os seus principais concorrentes fazem para se manterem à frente de sua empresa. Vejamos um exemplo voltado a oficinas mecânicas.

Você tem um concorrente direto cujo estabelecimento está localizado próximo ao seu. Pelos seguintes motivos, você acredita que os clientes, na maioria das vezes, optam pelo serviço dele e não pelo seu: os preços são mais competitivos, o atendimento é melhor, a oficina apresenta mais infraestrutura etc.

Pela lógica do benchmarking, ao olhar para esse quadro, você deve realizar um exercício de ponderação e verificar de que maneira você pode se equiparar a seu concorrente. Atenção à palavra ponderação! Isso porque, simplesmente copiar alguns processos não é a atitude mais acertada.

Veja, por exemplo, a questão dos preços praticados. Muitas vezes, o preço do concorrente é mais em conta do que o de sua oficina por fatores que não poderão ser conhecidos por você.

Nesses casos, pode haver um contrato com fornecedores cujas condições são melhores do que aquelas que você conseguiu. Ou, ainda, a mão de obra na oficina do concorrente é remunerada abaixo da média do mercado.

Enfim, tratam-se de fatores difíceis de serem conhecidos. Dessa maneira, reajustar sua tabela de preços deliberadamente pode ser um erro, uma vez que sustentar essas condições por muito tempo será prejudicial à saúde financeira de seu negócio.

Portanto, qualquer movimento nesse sentido deve vir cercado de um planejamento. Se a decisão for mexer nos preços, por exemplo, você deve pensar, ao mesmo tempo, em uma diminuição de custos.

Ou, depois de muito refletir, você optou por “atacar” por outras frentes. Melhorar o serviço e o atendimento pode ser uma estratégia mais interessante, pois envolve menores custos. Ao trabalhar esses aspectos, você deve adaptar as boas práticas de seu concorrente a sua realidade.

Perceba que tudo demanda uma avaliação. Por isso, a dica de ouro do benchmarking é pensar em estratégias referenciadas nos líderes de mercado que possam ser implementadas em seu negócio sem acarretar prejuízos ou problemas de execução.

SAIBA COMO IMPLEMENTAR O BENCHMARKING

Mais do que entender o que é benchmarking, é importante saber como implementá-lo. Confira o passo a passo que listamos para lhe ajudar.

1. ESTABELEÇA OS SEUS OBJETIVOS

Antes de sair em busca de seus concorrentes que se notabilizaram por um bom desempenho no mercado, é preciso conhecer o que você pretende melhorar em seu negócio. Afinal, para que essa pesquisa não seja muito genérica, é necessário conhecer aonde se quer chegar.

Com isso, estabeleça quais são as dimensões de seu negócio que merecem ser reformuladas. Para sua oficina, por exemplo, se a sua infraestrutura demandar melhorias, será exatamente isso que você observará nos demais estabelecimentos.

2. MAPEIE A CONCORRÊNCIA

Esse é o ponto central do benchmarking, como já mencionado em outras sessões deste artigo. E, nesse momento, deve existir um esforço de sistematizar bem todas as informações colhidas.

Nesse sentido, caso o número de empresas avaliadas seja muito grande, se faz necessário organizar todos os dados em planilhas de controle. Assim, ao apreciar os resultados do mapeamento, você não terá problemas para sistematizar todas as informações e traçar sua estratégia.

3. MONITORE SEUS RESULTADOS

A partir do momento que você implemente o benchmarking, espera-se que os primeiros resultados, logo, comecem a aparecer. Essa não deve ser a senha para que você interrompa seus esforços de conhecer o que a concorrência faz de diferente. Muito pelo contrário!

Ao colher bons resultados para determinado segmento, como o caso da infraestrutura citado há pouco, é importante vislumbrar novas iniciativas. Logística, vendas, serviço — você tem uma infinidade de dimensões que podem ser trabalhadas.

VANTAGENS DE SE ADOTAR O BENCHMARKING

Ao conhecer as etapas para a implementação do benchmarking, você deve estar se perguntando quais são os resultados concretos para o seu negócio. Entenda quais são eles:

AUTOCONHECIMENTO

Ao implementar o benchmarking, você conhecerá a fundo o seu próprio negócio e o que pode melhorar. E, se utilizando das estratégias corretas, você poderá alçar a sua empresa a melhores posições em relação a concorrência.

ACOMPANHAMENTO DE TENDÊNCIAS DO MERCADO

Quando o benchmarking torna-se um “hábito”, você e seus colaboradores têm o potencial de tornarem-se especialistas em seu segmento. Não é exagero nenhum afirmar isso, uma vez que se estará em um constante esforço de atualização.

EVITA O COMODISMO

Muitas vezes, quando se tem uma parcela do mercado garantida, ou se cultiva essa certeza de forma equivocada, a tendência é que os gestores de uma empresa se acomodem. Afinal, os lucros obtidos para aquele período são satisfatórios.

Esse é um grande erro que não pode ser cometido por quem pensa a longo prazo. Não existe empresa ou negócio que sobreviva sem avaliar o mercado com intuito de melhorar os próprios processos.

Nesse sentido, empreendedores de todos os segmentos, sem distinções, tem no benchmarking um grande aliado, pois o comodismo não é uma opção para quem escolhe adotar esse tipo de estratégia.

Munido de todas as informações aqui trazidas sobre o que é benchmarking, esperamos que você possa verificar quais as possibilidades de se implementar essa estratégia em seu negócio.

Para tanto, fique atento as condições de implementação e busque as ferramentas certas para lhe ajudar. Temos certeza que você e sua empresa tem muito a ganhar!

E aí, o que você achou do nosso post de hoje sobre benchmarking? Conte para a gente nos comentários.

No Comments
Post a comment